Como consultar o Flora 2020 do JBRJ

O Flora do Brasil 2020 é um projeto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro que visa a divulgação de descrições, chaves de identificação e ilustrações de todas as espécies de plantas, algas e fungos conhecidos no país.

Os resultados das buscas no banco de dados, também incluem informações sobre as espécies ameaçadas da flora brasileira, imagens de exsicatas, imagens de plantas vivas e de ilustrações científicas.

Para consultar o banco, visite Flora do Brasil 2020.

Assim que entrar no link, você vai perceber que pode restringir sua pesquisa usando os filtros apresentado no lado esquerdo da tela.

Aparência dos filtros do Flora do Brasil 2020

Dentre os principais filtros que uso em minhas pesquisas, o primeiro diz respeito a classificação botânica da planta, onde você pode especificar o grupo, família, gênero e/ou espécie a que a planta pertence. Não é necessário preencher todos os campos.

Só lembrando os grupos em que as plantas se dividem são: Algas, Briófitas (incluem os musgos), Angiospermas (abrange as plantas que possuem flores e frutos. É o maior grupo de plantas, com cerca de 250.000 espécies), Fungos, Gimnospermas (inclui as plantas vasculares com sementes não encerradas no interior de frutos) e, Samambaias e Licófitas.

O grupo e a família da planta pode ser escolhida a partir de uma lista. A lista de famílias varia de acordo com o grupo escolhido.

Para especificar gênero e espécie da planta, é necessário digitar o termo desejado.

Você também pode filtrar sua pesquisa por Forma de Vida e Substrato. Dentro das Angiospermas, você tem as opções de formas de vidas: Arbusto, Árvore, Bambu, Dracenóide, Erva, Liana/voluvél/trepadeira, Palmeira, Subasrbusto e Suculenta. Para o mesmo grupo de plantas as opções para substrato são: aquática, epífita, hemiepífita, hemiparasita, parasita, rupícula, saprófita e terrícila.

Na Abrangência geográfica, você tem a opção de pesquisar plantas de acordo com a ocorrência, endemismo e origem. É aqui que podemos especificar as plantas de origem nativa do Brasil.

Na parte da Distribuição, você tem a opção de restringir sua pesquisa por estados ou domínio fitográficos (Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal).

No item Vegetação, pode-se restringir plantas que ocorrem em Floresta Ombrófila, Restinga ou Manguezal, por exemplo.

Após definir os parâmetros de filtro, clique em consultar e o sistema irá retornar uma página com um lista de plantas como resultado da pesquisa. Lembro que o sistema Flora do Brasil 2020 contém todas as espécies de plantas, algas e fungos conhecidos no país. Então as plantas listadas nas pesquisas não se restringem às de uso paisagísticos.

Exemplo de definição de filtros: pesquisar plantas da família das Araceae, endêmicas do Brasil (ou seja, só ocorrem de forma nativa no Brasil), nativas do estado do Rio de Janeiro e que ocorrem na Floresta Ombrófila da Mata Atlântica.

Filtros preenchidos no Flora do Brasil 2020 para atender a pesquisa de plantas da família das Araceae, endêmicas do Brasil, nativas do estado do Rio de Janeiro e e que ocorrem na Floresta Ombrófila da Mata Atlântica. Observe que nem todos os parâmetros foram preenchidos.

A pesquisa retorna a página abaixo:

Lista de plantas que atendem a pesquisa, a partir dos filtros preenchidos, no Flora do Brasil 2020

Note que a lista de plantas que atendem a pesquisa, aparece no lado esquerdo da tela. Role a tela para ver a lista completa.

Você pode obter as informações individuais de cada planta presente na lista, clicando em seu nome científico (link em verde).

Abaixo, uma tela contendo as informações individuais de uma planta, usando a Anthurium coriaceum, como exemplo. Você pode conhecer a página em http://servicos.jbrj.gov.br/flora/search/Anthurium_coriaceum

Página da Anthurium coriaceum no Flora do Brasil 2020

Esse sistema é muito rico em informação. Eu apenas descrevi alguns pontos gerais. O importante é explorar as opções oferecidas pelo banco de dados e observar que existem símbolos e links que complementam as informações das páginas.

Não hesite de deixar seus comentários abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *